Meteorologia Serra Estrela - Vitor Baia

Manteigas pede intervenção florestal no Parque da Serra da Estrela

O presidente da Câmara Municipal de Manteigas lamentou hoje a "enorme perda ambiental" provocada pelos dois incêndios que deflagraram no fim de semana naquele concelho e reivindicou uma intervenção florestal no Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE)


"Tenho-o dito sucessivamente: é preciso fazer uma intervenção muito concreta. Não se trata de deitar abaixo por deixar abaixo, mas efetivamente vimos verificando que as coisas não estão bem de certeza absoluta e, por isso, deixo aqui o apelo ao ICNF [Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas] e aos baldios para equacionarem um estudo de gestão e planeamento florestal que não está feito", disse José Manuel Biscaia, em declarações à agência Lusa.

O autarca defendeu que é importante "fazer um estudo e a consequente intervenção no terreno relativamente às espécies arbóreas", optando pela "gradual substituição das espécies resinosas a favor das espécies folhosas ou outras que, de alguma maneira, evitem ou pelo menos minimizem os efeitos sempre que há um incêndio".

Lembrando que quando há fogos nesta zona "os impactos e perdas são incontáveis", quer em termos do património ambiental, quer nos reflexos do ponto de vista turístico, José Manuel Biscaia apelou a todos para que "tenham o máximo cuidado" no sentido de evitarem situações como as do fim de semana.

O autarca referiu igualmente que não acredita que os incêndios tenham tido origem natural.

"É uma lástima que estas coisas aconteçam, até porque temos a sensação nítida e clara de que não terá sido por causas naturais", disse, apontando a hora e local em que os fogos eclodiram como fundamentos desta "convicção".

No último fim de semana deflagraram dois grandes incêndios neste concelho, os quais já foram dados como dominados, mas ainda mobilizam meios.

O primeiro começou no sábado, às 13:05, numa zona de mato no vale glaciar de Manteigas, também Parque Natural da Serra da Estrela, e foi dado como dominado no domingo de manhã.

De acordo com informação disponível na página da Internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), às 13:00 de hoje mantinham-se nas operações de rescaldo 97 operacionais, auxiliados por 27 viaturas.

O outro incêndio deflagrou no domingo, às 09:35, na freguesia do Sameiro, e foi dado como dominado hoje às 09:55. No local permanecem 372 operacionais, auxiliados por 116 veículos e dois meios aéreos.

Fonte:  Noticias ao Minuto

Sem comentários:

Para ver outras noticias Clique em MENSAGENS ANTIGAS