Meteorologia Serra Estrela - Vitor Baia

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Municípios das Beiras e Serra da Estrela disponíveis para receber refugiados


Os 15 municípios que integram a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) estão disponíveis para receber refugiados, disse hoje à agência Lusa o presidente deste organismo, Vítor Pereira.

“Hoje mesmo, aprovámos, por unanimidade, a elaboração de um plano intermunicipal de ação que agregará toda a informação disponível relativamente às condições que cada concelho pode disponibilizar, bem como ao número de pessoas que poderá acolher”, afirmou.

Vítor Pereira especificou que o plano será elaborado em conjunto com as instituições de solidariedade social e representantes da comunidade civil em cada concelho e que será, depois, articulado com o Governo.

O autarca, que também preside ao município da Covilhã, sublinhou que a proposta que o presidente da Câmara da Guarda, Álvaro Amaro, já tinha apresentado – plano intermunicipal de acolhimento -, é partilhada “em igual medida” pelos 15 autarcas, que “manifestaram, de forma unânime, a vontade indómita de, em nome dos valores da solidariedade e do espírito de entreajuda, dar um sinal forte de ajuda”.

“Estamos todos norteados pelo mesmo espírito e queremos, rapidamente, colocar no terreno este plano, porque não podemos ignorar que estamos a assistir a uma das piores crises humanitárias das últimas décadas e que estamos a falar de pessoas que, em alguns casos, estão mesmo no limiar da sobrevivência”, afirmou.

A CIMBSE é constituída por 12 municípios do distrito da Guarda (Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Guarda, Gouveia, Manteigas, Mêda, Pinhel, Seia, Sabugal e Trancoso) e por três municípios do distrito de Castelo Branco (Belmonte, Covilhã e Fundão).

A proposta que a Comissão Europeia se prepara para apresentar relativamente à repartição urgente de refugiados entre os Estados-membros da União Europeia poderá atribuir a Portugal uma quota de cerca de três mil refugiados, de acordo com um esboço da proposta ao qual a Lusa teve acesso no sábado.

Fonte: Beira.pt
 

Sem comentários: