Meteorologia Serra Estrela - Vitor Baia

quinta-feira, 12 de março de 2015

Carta Turística vai dar visibilidade aos recursos da Serra da Estrela

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) anunciou hoje que está a elaborar a Carta Turística da Serra da Estrela com o objetivo de dar visibilidade aos recursos existentes naa região.
“A Carta Turística da Serra da Estrela constitui um projeto que visa georreferenciar todos os recursos turísticos da Serra da Estrela” dispersos pelos nove municípios abrangidos – Guarda, Oliveira do Hospital, Seia, Belmonte, Covilhã, Celorico da Beira, Fornos de Algodres, Manteigas e Gouveia – disse hoje à agência Lusa Emanuel Castro, corresponsável pela iniciativa.

Segundo o responsável, que falava à margem da jornada de reflexão “Um olhar sobre a Serra da Estrela”, realizada no auditório dos serviços centrais do IPG, na Guarda, o projeto está a ser desenvolvido pelo Observatório de Turismo da Serra da Estrela, que funciona na Escola Superior de Turismo e Hotelaria, em Seia.

A carta, que estará acessível num portal na internet, permitirá aos turistas “criar percursos em tempo real, identificar as potencialidades da Serra da Estrela e preparar a sua própria visita” à região.

A plataforma em desenvolvimento, no entender de Emanuel Castro, irá colmatar “uma lacuna existente na Serra da Estrela, nomeadamente pela visibilidade que os recursos existentes não têm muitas vezes”.

“Há uma excessiva dependência da Serra da Estrela em relação à neve, ao produto neve e ao recurso neve e, muitas vezes, desvalorizam-se potencialidades como é o caso do património tangível e intangível, como é o caso da cultura e dos recursos ligados à montanha e ao mundo rural, que nem sempre são valorizados devidamente”, considerou.

O corresponsável pela elaboração da Carta Turística assume que o projeto que está em desenvolvimento irá representar um “novo olhar” para a Serra da Estrela e para o turismo a ela associado.

Emanuel Castro prevê que a plataforma eletrónica possa começar a funcionar no verão, em formato “Web”, “Android” e “IOS”, para que possa ser acessível a partir do computador, do telemóvel e do “tablet”.

Quando o projeto estiver concluído será também “um instrumento de planeamento” dos municípios e dos agentes turísticos da região, que passam a promover a sua oferta turística junto dos potenciais visitantes, observou o responsável.

Durante a jornada de reflexão “Um olhar sobre a Serra da Estrela”, organizada pelo IPG e pela Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, foi celebrado um protocolo entre o Observatório de Turismo da Serra da Estrela e os vários municípios envolvidos no projeto de elaboração da Carta Turística.

Participaram nos trabalhos, que incluíram uma mesa redonda sobre “Os Geoparks no desenvolvimento e promoção turística e territorial”, autarcas, técnicos de turismo, empresários, operadores turísticos, professores e alunos do IPG.

Fonte:  Beira.pt

Sem comentários: